articles
réactions
ignacio - 29.03.2007 | 0 réactions | #link | rss
Importa poco no saber orientarse en la ciudad. Perderse, en cambio, en una ciudad como quien se pierde en el bosque, requiere aprendizaje. Los rótulos de las calles deben entonces hablar al que va errando como el crujir de las ramas secas, y las callejuelas de los barrios céntricos reflejarle las horas del día tan claramente como las hondonadas del monte. Walter Benjamin. Infancia en Berlín.
ignacio - 27.03.2007 | 1 réactions | #link | rss

Quem canta o segredo do milagre da multiplicação da feijoada é o Chico Buarque: “E vamos botar água no feijão!”. A Paula seguiu a receita e conseguiu deixar quase 30 brasileiros, portugueses, italianos, espanhóis, angolanos e argentinos extasiados com a mais típica especialidade da culinária verde-amarela. É verdade que eu e a Bela somos óptimas ajudantes de chef de cuisine, né? Ainda havia as sobremesas deliciosas da Guida e da Karen. Para fazer a digestão de prato tão leve, mais de oito horas de samba, kizomba, fado, tango e o que mais tocasse na vitrola da casa linda do Ignacio (quer dizer, da Adriana). O Tejo e o pôr-do-sol contemplados pelo Mac eram o cenário para as lições de remelexo africano da Mitó e do Délio e de funk carioca zona norte do Alex. Eu nego até o fim que dancei aquilo! A Vanda trouxe a Suzana e, além de capoeirista, agora é a vocalista oficial dos acordes ukelelianos do Gonçalo. O Eduardo está quase para abandonar sua caja argentina em prol de um bom pandeiro brasileiro. Raul dança cada vez melhor. O José trouxe o Rui, já convidado para sócio do meu clube dos dançarinos compulsivos. E o Antonio diz que agora vai solicitar a nacionalidade brasileira. Os italianos não imaginam a pouca utilidade de tal documento… Não faltaram também os amigos de mais longa data: Valmir, Lilica, Fábio e Renata. Com domingos assim, quem reclama das segundas-feiras? Na volta de Barcelona tem mais… Lidia

 

ignacio - 27.03.2007 | 0 réactions | #link | rss

"El viento movía las cortinas, tú dormías, el faro lanzaba destellos intermitentes, la noche era apacible, casi tropical, pero yo llegaría enseguida a mi faro, lo sentía, estaba cerca, bastaba esperar que en la noche me mandase una señal de luz, no dejaría escapar esa ocasión, no atormentaría mi vejez con reproches por no haber ido al faro". Il piccolo Gatsby, Tabucchi

http://www.elpais.com/articulo/cataluna/vista/atlantica/elpepuespcat/20070211elpcat_8/Tes

ignacio - 22.03.2007 | 1 réactions | #link | rss

foto de Raul Monteiro

ignacio - 22.03.2007 | 1 réactions | #link | rss

Sim. Pode acontecer. Há Macs que já se perderam. Mas existem meios para tentar os encontrar (penso agora na Mitó que está a procura do seu Pipocas adorado)

Cá uma boa direcçao:

http://www.happyhorseplush.com/hh_uk/hh_uk_kwijt.html

ignacio - 06.03.2007 | 3 réactions | #link | rss

10 Portugueses, 4 brasileiros, 3 espanhóis, 3 angolanos, 2 franceses, 1 moçambicano, 1 belga, 1 italiano, 1 alemão, 1 argentino, um macaco com óculos que também fazia anos, muitas garrafas de vinho e seis cervejas Sagres, frango que a Mitó preparou durante toda a tarde na cozinha da Cinemateca, uma das Joanas que não queria passar a história como a primeira pessoa que foi embora da festa, a outra Joana encantada com a cozinha, óptima para se lavar os cabelos, a Lídia e a sua pontualidade britânica, a Isabela que fazia anos a noite de antes com a High Society, uma casa insuperavelmente linda, bagaceira do cunhado da Carolina, muitas prendas bibliográficas, limonada da Anne Sophie, o DJ Ricardo, o Guto o melhor parceiro de Kiçomba da noite, as luzes de Almada, o Délio o mais fotogénico, muita gente a dançar o Tito Paris, o Raul tomando provas do delito, muita gente querida, cada um filho do sei pai e da sua terra, mas todos juntos conseguem me fazer sentir que não sou um estrangeiro em Lisboa.

ignacio - 05.03.2007 | 0 réactions | #link | rss
ignacio - 05.03.2007 | 0 réactions | #link | rss

hoje é um dia triste, o inácio faz 27 e o mac 10...
como jà savem, malucos como James Douglas Morrison ou Janis Lyn Joplin passaram a pior vida com essa feia idade, assim que não há nada a celebrar... (o mac está a olhar pela janela melancólicamente desde a meianoite de ontem)

então os convoco a uma pequena contra-celebração, esta tarde, a isso das 19h30, no meu modesto tugurio de eremita (chez adri), para vinhaça e mais vinhaça, e se calhar, bater o fandango (ou a kiçomba) em camisa...

rua calçada conde penafiel (ao pé do chapitó), 5, 1o andar
são benvidos bebidas alcoolicas (vinho), não alcoolicas (mosto) e comida (uvas), viva baco 

FutureBlogs - v.0.8.6beta - Ce site est hébergé par http://monblog.ch